Roube a namorada de quem você quiser

;

Primeiramente, quero dizer que não é uma tarefa das mais fáceis. Considerando que ela é do tipo certinho, freira ou otária (ver post sobre tipos de mulheres). A tarefa exigirá esforço e paciência que só devem ser gastas se realmente valer à pena. Como você se diz apaixonado, não preciso nem perguntar se vale ou não.

No entanto, é meu dever avisar que se, mesmo namorando, ela dá mole para você, ela não se enquadra em nenhum dos tipos supracitados, não sendo uma boa mulher para namorar, ou seja, não vale a pena tanto esforço para futuramente tornar-se. Para estas, ver os posts sobre “pegando as comprometidas”.
Observações feitas, sem mais delongas, vamos aos tópicos que servirão como norteadores do seu comportamento para com a sua futura namorada:

-Aproxime-se sem demonstrar interesse:

As mulheres dos tipos citados, quando estão namorando, repudiam qualquer tipo de aproximação maliciosa, ou seja, com segundas intenções. Quanto mais você ocultar suas reais intenções, maior abertura para uma intimidade “inocente” você irá conseguir. Tratando-a como intima, você agirá de forma mais espontânea e a fará sentir-se confortável com a sua presença, em público, que é onde acontecerá a maioria dos seus “encontros” iniciais.

-Faça-a rir:

Essa dica serve para todas as mulheres, e por ser unanimidade é necessário relembrá-la sempre. Tenha um humor inteligente, mas nunca haja como um palhaço.

-Aproveite os pontos em comum:

Como vocês frequentam a mesma igreja, aproveite para se aprofundar em conversas sobre sua paróquia e religiosidade. Esse é seu grande trunfo, principalmente se o namorado dela não compartilhar da mesma crença ou não tiver o hábito de frequentar os locais de cultos como vocês.
Para aumentar os seus “laços paroquiais” experimente frequentar alguma atividade extra culto oferecida pela sua paróquia e comece a falar para ela como você está gostando e como isso o faz se sentir bem, logo em seguida a convide para conhecer e fazer parte. Com isso vocês terão algo mais em comum e um tempo maior de contato pessoal.

-Torne-a dependente das suas conversas:

Como você diz que fala com ela todo dia no MSN, ou seja, todo dia ambos estão ali disponíveis para conversar. Vai ser fácil criar essa dependência. E como você irá fazer isso?
Primeiramente, caso não tenha lido nossos posts sobre atuações virtuais, leia-os e veja que um dos princípios básicos nas conversas via mensageiro e estar com o “status” sempre “ocupado”. Portanto, se você não tem nenhuma ocupação, arrume, invente nem que seja um curso por correspondência que justifique o seu “status de ocupado”.

Por conseguinte, você deve manter uma conversa diária e intensa com a gata por aproximadamente uma semana. Na outra semana, você praticamente não falará com ela. Só um “tudo bom” seguido de um “deixa eu terminar o que estou fazendo que falo com você”. Ou seja, você intercalará momentos intensos com ausências.

-Evite falar sobre o namorado/namoro:

Como já falado em posts anteriores, deve-se evitar falar sobre o namorado/ namoro da sua preterida. Mesmo que ela inicie uma conversa sobre o assunto, seja para falar bem ou mal, desconverse. As seguintes expressões “Que bom”, “Sinto muito” e “É uma pena” são perfeitas para encerrar o assunto e iniciar outro.
Porém, atente-se que quando ela começar a falar mal do namorado/namoro para você, na verdade ela está justificando, previamente, uma futura traição ou pé na bunda.

Seguindo essas dicas de forma fria e paciente, pouco a pouco ela irá se aproximar cada vez mais de você.
Estando com o terreno todo pronto, no momento certo, (você irá sentir) você deferirá o golpe de misericórdia.