O segredo de ter uma vida longa

;

Quer ter uma vida longa e saudável? Então, leia o texto abaixo e veja como atitudes e hábitos saudáveis ajudam na prevenção e cura de enfermidades e no aumento da expectativa de vida do ser humano. Algumas receitas são curiosas, mas muito interessantes.

Para ter saúde e viver muito você precisa:

Evitar os ataques de Raiva- A raiva pode dobrar o risco de sofrer enfarto, pelo menos é o que dizem dois estudos, um da Universidade Harvard e outro da Universidade Duke. Segundo o pesquisador Murray Mittleman, de Harvard, a hostilidade pode prejudicar a saúde corporal e provocar a liberação de hormônios que causam danos ao coração. E se você já teve um enfarto, veja a opinião dos pesquisadores do Hospital Henry Ford, em Detroit, Estados Unidos: pessoas que tem ataques de raiva ter maior risco de sofrer um segundo enfarto. Portanto, pense duas vezes antes de distribuir palavrões, socos e pontapés. 

Liberar as suas emoções- É certo que sair dando socos e pontapés por aí prejudica a saúde. Por outro lado, manter as emoções reprimidas também aumenta o risco de problemas do coração. Pessoas que reprimem as emoções tem risco quatro vezes maior de ter ataques cardíacos, palavra da Associação Americana do Coração. 

Evitar a Ansiedade- Mais da metade dos sintomas de doenças não tem origem orgânica, afirmam pesquisadores britânicos. Elas são chamadas "doenças do stress" e geralmente são frutos da ansiedade dos pacientes.

Ser Carinhoso– A carícia é realmente essencial. É isso mesmo: carícias podem ajudar, por exemplo, no desenvolvimento dos bebês. Palavra da Universidade de Wolverhampton (Grã-Bretanha). Bastam 20 minutos de carícias diárias. E mais: distúrbios como ansiedade e depressão são menores entre pessoas que ajudam os outros e são carinhosas, sugerem os pesquisadores da Universidade de Massachussetts, nos Estados Unidos. Agora, veja essa: a carícia também pode aumentar a produtividade dos tomateiros. Uma pesquisa demonstrou que tomates que receberam palavras de carinho produziram 250% mais. 

Ter um animal de Estimação- Uma pesquisa norte-americana constatou que os animais de estimação fazem realmente bem aos donos. Segundo a pesquisa, aqueles que possuem animais conseguem manter a pressão sob controle com mais facilidade e ainda tem maiores chances de sobreviver a um enfarto.

Ter Amigos- Quanto mais vida social uma pessoa tem, mais alta é a sua resistência às doenças. Essa é a conclusão de dois estudos, um feito pela Universidade Carnegie Mellon e outro pela Universidade de Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos. Ao contrário da pessoas sociáveis, as solitárias são mais propensas a adoecer, inclusive a pegar resfriados. Outra pesquisa, dessa vez feita com idosos na Austrália e divulgada no site BBC Brasil mostrou que ter amigos prolonga a vida. Os pesquisadores citados pela BBC acreditam que os amigos encorajam os idosos a cuidar mais da saúde e ajudam a reduzir a depressão e a ansiedade nos momentos difíceis. 

Fazer Sexo- O ministro da saúde estava mais do que correto ao afirmar que o sexo faz bem a saúde. Nas palavras de um pesquisador do assunto, o médico David Weeks, do Hospital de Edimburgo (Escócia), ter uma vida sexual plenamente satisfatória ajuda a retardar a velhice e a manter o organismo saudável. Outras pesquisas feitas nos Estados Unidos, comprovaram que fazer sexo estimula o intestino a funcionar melhor, melhora o funcionamento do coração, diminui a tensão pré-menstrual e até aprimoram as funções cerebrais.. 

Dormir- Uma pesquisa do Departamento Estadual de Serviços de Saúde da Califórnia constatou que as pessoas que dormiam seis ou menos horas por dia tinham uma taxa de mortalidade 70% maior do que as que dormiam mais de oito horas. Portanto, se é uma vida saudável e longa que você deseja, não deixe de dormir. 


                     
           
   
0 comentários:
:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t :u :v :x

Postar um comentário